Há 52 anos, os Beatles faziam seu último show no topo do prédio da Apple Records

Em 1969, boatos sobre os Beatles corriam pelo mundo. O rumores diziam que a banda encontrava problemas e que seus membros estavam discordando mais que o normal nas resoluções do grupo. Isso tudo acontecia nos bastidores, embora, na fachada, as coisas parecessem normais.

No começo daquele ano, em 30 de janeiro, os Beatles decidiram fazer um show especial no telhado do prédio da Apple Corps em Londres, Inglaterra. Ele aconteceu há exatos 52 anos e ficou conhecido por ter sido o último concerto em que os membros da banda tocaram juntos - embora eles ainda não soubessem disso na época.

Após quase três anos fora dos palcos, eles voltaram com estilo, fazendo o show no topo do edifício que abrigava a empresa da banda e sua gravadora. Mas, depois de tantos anos, ainda não se sabe de quem foi a ideia. Para o tecladista Billy Preston, que tocou com eles naquele dia, a iniciativa veio de John Lennon.

O Show

 

Mas porque os icônicos Beatles decidiram fazer um show a céu aberto, com pouco auxílio técnico? Essa ideia, na verdade, já era um desejo dos artistas mesmo antes da decisão de fazer uma apresentação. Eles queriam mostrar para o público uma produção que mostrasse seus processos criativos, sem recursos usados em estúdio.

“Fomos ao telhado para resolver a ideia do show ao vivo, porque era muito mais simples do que ir a qualquer outro lugar; também ninguém nunca fez isso. Então seria interessante ver o que acontecia quando começamos a tocar lá. Foi um bom estudo social”, explicou George Harrison mais tarde.

Estava muito frio em Londres quando John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr subiram ao palco improvisado no topo do edifício. Por volta do meio-dia, eles começaram a tocar, repetindo algumas músicas ao longo do curto show, que contou com uma setlist de apenas cinco músicas.

O público também era pequeno: apenas membros da família dos artistas, incluindo Yoko Ono, a esposa de Lennon, e Maureen Starkey, mulher de Ringo, amigos, a equipe técnica do show e de câmeras, e algumas pessoas que trabalhavam em prédios próximos e subiram rapidamente para seus respectivos terraços.

Na última e quinta música os policiais chegaram, esperaram a musica terminar e na sequencia pararam o show que rendeu a banda de Liverpool o registro histórico da sua última apresentação junto.

 

Reprodução: Aventuras na história